Menu

\ Blog da Incortel

Levantando a bandeira da hospitalidade

Cecília Zon, empresária da construção civil e desenvolvimento hoteleiro

 

Quando pensamos em hotelaria, é possível enxergar o setor sob diversos olhares. Quem constrói um hotel, geralmente está focado no projeto de engenharia, com seus desafios, que vão desde as bases do empreendimento, passando por todos os estágios, até chegar a fase de acabamento. Antes mesmo disso, o projeto arquitetônico, que define materiais e itens de design, harmonia da estrutura física, objetos de decoração, mo biliário e outros detalhes.

 

Porém, o desenvolvimento hoteleiro, que envolve todas essas fases, é uma tarefa que não tem fim e tem o foco nos resultados, seja para o investidor, seja para o cliente. Ele começa nos primeiros rascunhos, verificando a sua viabilidade econômica, aliada à experiência de hospedagem.

 

A viabilidade econômica tem um caráter pragmático, com relações de causa e efeito, cálculos e pesquisas de cenários de alta fidelidade, tudo para verificar as reais potencialidades de um empreendimento na sua geração de receitas. As características socioeconômicas do local, os projetos de desenvolvimento futuros, infraestrutura de bares, restaurantes, teatros, clubs e outras opções de entretenimento, tudo pesa na balança.

 

O conceito de experiência de hospedagem tem valores subjetivos, ocorre no campo da criatividade e depende de uma cultura empresarial bem consolidada de compromisso com a satisfação do cliente quanto aos produtos e serviços.

 

Portanto, quando se desenvolve hotelaria, a busca pelo melhor desempenho é constante e não se conclui com a entrega do empreendimento para a operação. O acompanhamento permanece, agora mais intenso, na busca pelos melhores resultados para o investidor e na fidelização de hóspedes, através de serviços de excelência.

 

De forma bastante resumida, é assim que nasce e cresce o projeto de um hotel, do zero. Esses processos acompanham o desenvolvimento do mercado e a evolução do consumidor, cada vez mais exigente. Dessa forma, o conceito de hospitalidade deve nascer junto com o projeto no papel e permanecer eternizado no DNA de um empreendimento hoteleiro. Isso lhe garante participação destacada no mercado.

 

Para os empreendimentos já em operação, o embandeiramento é a opção eficaz que o mercado oferece para modernização e atualização da hotelaria patrimonial.  O procedimento ultrapassa a mera utilização da logomarca de uma rede hoteleira. A adequação aos padrões de serviços e produtos requer um investimento projetado na superação das expectativas do hóspede.

 

Como contrapartida, o empreendedor adentra um universo de oportunidades, uma vez que o seu negócio passa a constar em uma rede internacional de comunicação e uma visibilidade global, além de herdar todo um histórico de fidelização construído pela rede de hotéis no decorrer de sua história.

 

Como consequência, o elevado grau de profissionalização alcançado alavanca a competitividade e chega ao consumidor final como um conjunto de benefícios, oferta de preços atrativos e facilidades que tornam o turismo local mais moderno e alinhado ao mercado global.

 

A atualização do hotel aos padrões internacionais abre um grande leque de atratividade dentro do turismo de negócios, já que empresas estrangeiras obedecem a um conjunto de normas de segurança que, já de início, elimina a participação dos hotéis que não atendem a essas exigências.

 

O embandeiramento é uma garantia do empreendedor local de que terá em seu DNA os conceitos do desenvolvimento hoteleiro estabelecido em seu negócio, passando a desfrutar de um acompanhamento constante na busca da excelência e na conquista de novos perfis de turistas, vindos de cada vez mais longe.

 

Desenvolver uma hotelaria profissionalizada agrega à localidade um conjunto de benefícios, que alcança o mercado e as pessoas, profissionais e hóspedes. Seguindo – e lançando -  tendências modernas de gestão, a hospitalidade especializada é o caminho trilhado a se obter bons resultados financeiros e excelentes experiências de hospedagem.